quarta-feira, 11 de julho de 2018

JULHO 2018

Ao chegarmos na Vila da Maringá/RJ com nossa loja "du Coiote" oferecemos UMA FOTO GRÁTIS aqui no BLOG e em nossa PÁGINA no FACEBOOK.



OS PARTICIPANTES DE JULHO 2018 na CABINE SENSORIAL:












segunda-feira, 25 de junho de 2018

Monga



Achei uma imagem na internet hoje...

Muitos que passam pela Cabine Sensorial lembram da Monga...



Copiado da rede:
de http ://lendasemisteriosdomundo.blogspot.com/2010/05/monga-mulher-gorila.html
A Monga foi um dos primeiros brinquedos de terror em parques de diversão e circos, fazendo muito sucesso pelo mundo todo!!!
O que poucos sabem é que o brinquedo foi baseado numa história real! A Monga era uma índia do México chamada Julia Pastrana. Ela tinha uma doença conhecida como hipertricose que faz com que os pelos do corpo todo cresçam Demais. Então a garota foi comprada, possivelmente da mãe, por um circo dos horrores.
Lá ela tocava instrumentos musicais e era apresentada como uma das aberrações. Esse tipo de circo fazia sucesso nos anos 60 pelo mundo todo.
A Monga fazia um sucesso incrível, Tanto que o dono do circo casou-se com ela.

Julia teve um filho que tinha a mesma doença, mas ele morreu poucas horas depois de nascer, Julia tambem morreu por complicações no parto. Depois de morta o Dono do circo mumificou o filho e a esposa e continuou a apresentar a monga nos espetáculos de Freakshow.

Diz a lenda q ela foi vendida pra Rússia tempo depois, mas seu marido enloqueceu e comprou o corpo de volta. Fato é q ele acabou louco e a Monga foi proibida de ser exibida em apresentações. Hj o corpo de Julia e de seu filho estão em um museu da Noruega.

de https://super.abril.com.br/ciencia/monga-a-verdadeira-mulher-macaco/
Nos anos 80, um fenômeno aterrorizou crianças de todo o Brasil. O pânico chegava na bagagem de um parque de diversões, o boca-a-boca amplificava a lenda e filas se formavam para testemunhar o horror: uma mulher bonita – geralmente de biquíni – ficava presa dentro de uma jaula enquanto um narrador explicava a tenebrosa transformação pela qual ela passaria. Pêlos cresciam, garras apareciam e dentes viravam presas. No clímax da metamorfose, o monstro destruía grades e atacava o público, que fugia apavorado.
“Monga, a Mulher-Macaco” é atração tradicional até mesmo nos parques mais chinfrins que correm o país. Tudo ilusão, claro. Mas o jogo de espelhos que garante a transformação de uma garota em um macaco gigante (alguém dentro de uma fantasia quase sempre bem gasta) nasceu de uma história real: a da mexicana Julia Pastrana. Nascida em 1834, Julia desenvolveu uma forma severa de hipertricose, doença raríssima que atinge uma em cada 300 milhões de pessoas, deixando o corpo coberto de pêlos pretos. Também não ajudou muito o fato de Julia ter orelhas grandes, gengivas inchadas e mandíbulas estranhas – na época, chegaram a cogitar que ela teria duas fileiras de dentes, mas recentes exames de raios X na arcada dentária de seu corpo mumificado (calma, a gente chega lá) comprovaram que sua dentição era normal. Coloque essa aparência bizarra sob os cuidados de um homem explorador e você terá, na pior acepção da expressão, um show de horror. Descoberta pelo comerciante Theodor Lent (que depois se casaria com ela), Julia passou a ser exibida em freak shows, as caravanas de mulheres barbadas, pessoas deformadas e coisas estranhas que viajavam pela Europa e pelos EUA entre a 2a metade do século 19 e a 1a do 20. Tinha 20 anos quando estrelou seu primeiro espetáculo, A Incrível Híbrida ou Mulher-Urso. No show, além de dar o ar de sua graça, Julia dançava e cantava – tinha uma voz bonita, dizem.
A grossa pelagem escondia uma moça educada e inteligente – Julia falava espanhol e inglês, adorava cozinhar e costurar. Morreu aos 26 anos, de complicações no parto, depois de dar à luz um filho que sofria de hipertricose (e que morreu 3 dias depois de nascer). Nem isso preocupou Lent: o empresário mandou mumificar os dois cadáveres e continuou a exibi-los até sua morte, em 1880. As múmias reapareceram em 1921 nas mãos de Haakon Lund, um showman norueguês que viajou com os cadáveres por duas décadas. Hoje, Julia e o filho descansam no Instituto Forense de Oslo, longe do público apavorado dos parques de diversão.



 


https://www.flickr.com/photos/97527696@N00/178108172
"

Saca Conga, a mulher gorila?


Monga é tipo a conga só que toda errada, diz que vira lobisomem... no desenho do lado de fora ela está no colo de um vampiro (detalhe: o desenho é muito bem feito!) e lá dentro ela vira é mulher macaca mesmo, segundo Rafael e Jonas que enfrentaram fila pra conferir.

"


  

  

  

  










 

domingo, 24 de junho de 2018

Inverno 2018 - 8 meses de du Coiote

Estamos entrando nesse INVERNO 2018 comemorando 8 meses da nossa loja "du Coiote".

Depois que criamos a CABINE SENSORIAL, passamos por experiências nas babilônias (SP e RJ), mas foi em Visconde de Mauá que as coisas começaram a funcionar. No Shopping Aldeia dos Imigrantes.

Saímos de lá por ameaças de processo judicial falsas, mas como não queríamos conflitos, muito menos ficar onde não estamos sendo desejados, fizemos experiências em restaurantes outros em Maringá/MG e na Maromba. Passamos do Restaurante CABANA DO FALCOEIRO, pro SABOR DA FAZENDA e depois no GRINGOS.

Apesar da CRISE DA PRAÇA DA MAROMBA, estamos bem implantados. Decidindo nossos caminhos, ou ficar na Maromba ou descer pra Vila de Maringá/RJ...

Recentemente recebemos desde críticas que somos PLÁGIO, até que existem "direitos constitucionais" sobre a obra ABERTA de ROBERTO CAMPADELLO.

Artistas locais por má-fé ou por ignorância, repetem o que falam os donos de um Estúdio em Maringá/RJ, que aparentemente entrou em decadência e teve de mudar de endereço, que ocupava há mais de 14 anos.... Enfim, como QUEM PLANTA, COLHE... Alguns descem e outros sobem...

Resolvemos acabar com as fofocas produzindo um VÍDEO e mais esclarecimentos neste Link -

Sobre o UNIÃO A&B e seu histórico....

 Pra poder esquecer e enterrar o assunto....

Aqui fica o convite de conhecer nosso espaço, e quem disser que viu na internet, RECEBE UMA FOTO GRÁTIS.

 

 

 

terça-feira, 19 de junho de 2018

Sobre o UNIÃO A&B e seu histórico....


Hoje, por volta de 1h da madruga aparecem essas postagens numa provocação/desabafo/divulgação que fiz no FB:


(Como 'printei' a tela perdendo parte da minha frase e o Fábio colocou mais uma frase, atualizei as printagens, inclusive colocando os links desse blog e de álbum do FB, PS de 21/06/2018:)



 (e aqui os links para  se ver os Premiados e Participantes das Bienais que o Robertão participou: 

Como estou saindo do FB e priorizando os blogs, coloco aqui, e vou divulgar em meus blogs da técnica União A&B essas informações e o vídeo gravado hoje, ao acordar....:




Faço um COMPLEMENTO aqui:

Fábio G., esqueci de comentar também, que diferente do que você escreveu (provavelmente informado errado pela família citada, ou erro seu) o Roberto Campadello NÃO FOI PREMIADO nessas Bienais de Arte de São Paulo. Somente PARTICIPOU, o que não é nada pouco, pois pra mim, o grande mérito é ter participado delas.... (veja os links acima)

Segundo, fotografei e anexo aqui o ENCARTE do JOGO PERSONA, em que o criador, explicita ser uma OBRA-ABERTA, inclusive a ser usado na fotografia, e várias outras áreas....

Muitas pessoas dizem que já viram essa técnica com a CONGA ou MONGA do circo, 


ou de brinquedos de desenhar de criança. mas só os capitalistas nos acusam de plágio (ver consideração final da postagem).

Esqueci de comentar no vídeo, mas está em toda a divulgação que faço, que a obra inicial foi criada por Roberto Campadello, mas foi socializada em seu desenvolvimento por Barnabé Di Kartola (https://www.facebook.com/barnabedikartola), com a MORPHOTOGRAFIA, que é a que usamos no UNIÃO A&B.




Aqui meus LINKS -






Acima o BANNER/PLACA que fica na Vila da Maromba, no du Coiote
https://www.facebook.com/ducoiote/ 

PLAGIADOR

A acusação de ser PLAGIADOR e fazer cópia por um músico local (POSTO AQUI POIS COMENTO NO VÍDEO), mas agora fica claro, que ele está ALUGANDO sua propriedade pro Estúdio goumet que divulga que somos plágio/cópia.....
Mas um exemplo sobre a figura, é que chama as pessoas de fanáticas por usar o FB como foi feito pra ser usado, ou seja usar qualquer nome ou foto. Mas, quem me acusa de na época estar com uma foto que não a minha, e ele usa um nome derivado da sua crença religiosa em OSHO em vez de seu sobrenome real...  (veja os PS)

(não copiei toda a postagem em que ele tenta criticar o feminismo, sem saber que o oposto do machismo é femismo)



Bem, seguimos nosso caminho, mesmo que os medíocres se incomodem e vivam na fofoca.... Enquanto alguns veneram colecionador de Rolls-Royce (um calcanhar de aquiles de Osho), temos a liberdade de ser.
Sei que algumas pessoas nunca terão a capacidade pra nos entender, mas fica a discussão exposta pra quem puder aprender algo sobre criação, transformação, e entender como o termo plágio surge na cultura capitalista como uma tentativa de capitalizar sobre o viver....


PS - é claro que o Facebook permite que se use nomes fantasias e fotos falsas de perfil, qualquer pessoa que entre nessa rede social deveria fazer isso. Inclusive, sobre as fotos de perfil, se muda elas constantemente, as vezes com sua cara, as vezes defendendo causas.... Não precisaria nem argumentar sobre isso, mas como a rede esta infectada de imbecis, alguns podem não ver que o cara tem sobrenome de família tradicional da região, mas usa um nome fantasia, advindo da seita dele... Assim, só pontuo a situação, pois fica o clássico, de se julgar o outro, sem se ver no espelho antes....

PS2 - brinco com os carros do Osho pois já discutimos pessoalmente o assunto, não tenho nada contra o Osho em si, inclusive admiro muito algumas coisas que ele propõe, e as vezes compartilho suas frases. Mas é nítido a contradição entre o que o Osho falava pra seus discípulos, de não seguirem cegamente uma crença, religião ou fé, e a maioria dos seus discípulos fazem isso, triste, mas é como tudo, poucos cristãos fazem o que Cristo falou, poucos Marxistas fazem o que Marx falou e assim vai....

ESTA POSTAGEM É UMA HOMENAGEM A
 ROBERTO CAMPADELLO



Atualização final:
Hoje, em 24 de junho de 2018 resolvo encerrar a limpeza iniciada dia 19/06.
Até a data de hoje, 105 pessoas viram esse link e 14 viram o vídeo de 32 minutos.
A pessoa que veio me dizer que o Roberto possui 'direito intelectual pela constituição brasileira' sumiu, nem mostro as "premiações" e nem documentos provando a patente da obra. E como falei no vídeo, é muito diferente a patente sobre um nome, da patente sobre uma técnica.
Mas enfim, pra não mais perder mais tempo com fofocas, deixo esse link no ar, pra futuros questionamentos e toco meu viver, logicamente me afastando desses 'amigos'....


Assim, deixo as cópias de tela da minha tentativa de esclarecer as fofocas, coisas que a maioria das pessoas não conseguem fazer, preferem ficar em suas mitificações, e bola pra frente, procurando esquecer esses incidentes.
Posto um vídeo feito ontem, divulgando o acontecido, mas me preparando pra uma nova estação....

Inverno 2018 - 8 meses de du Coiote

fui

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Cabine Sensorial na Vila da Maromba

Dia 12 de outubro de 2017 a CABINE SENSORIAL do UNIÃO AmaR & BrincaR volta a Vila da Maromba, agora no melhor ponto da Praça da Maromba, o GRINGOS Restaurante Bar e Lanchonete.

Estreamos a CABINE SENSORIAL na Maromba em Julho de 2016, depois fomos pra Vila de Mauá e uma passada rápida na Vila de Maringá/MG. Agora voltamos a Vila mais alta da região de Visconde de Mauá, a Vila que me fez mudar de Sampa pra vir pro mato. Morei por mais de 8 anos no Poção de 7m e depois comprei um terreno e me mudei pro Vale do Pavão.

Venha conhecer a Cabine Sensorial e ganhe uma foto grátis publicada no FB.
Aproveite e venha se deliciar com o restaurante com genuína comida mexicana, além de burguer's artesanais e Pizzas na pedra.